Destaque

Atendimento nas unidades de saúde de Maceió para casos suspeitos da Covid-19 triplica em dezembro

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os jovens foram os que mais receberam atendimento. Infectologista alerta para a importância de manter as medidas de proteção contra o coronavírus.

Foto: Ascom/SMS
Pacientes passam por uma triagem antes de atendimento nas URSG

Por G1 AL

O número de atendimentos nas Unidades de Referência de Síndrome Gripal de Maceió para casos suspeitos da Covid-19 aumentou 305,4% no mês de dezembro. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) fez um comparativo entre os meses de novembro e dezembro e o número de pacientes atendidos triplicou. Os jovens foram os que mais receberam atendimento.

“Durante vários meses nós vimos o número de pessoas que procuram o serviço diminuir gradualmente e, em poucas semanas, retornar ao patamar de maio. A faixa etária que predomina dos usuários é de pessoas mais jovens, o que preocupa, porque apesar da menor chance de complicação pela Covid-19, muitos convivem com pessoas do grupo de risco, como idosos, pessoas com doenças crônicas”, disse o médico Arthur Araújo.

O comparativo foi feito entre os dias 1º e 13 de novembro e 1º e 13 de dezembro. Em novembro, as unidades de saúde da capital atenderam 1.309 pacientes. No mesmo período do mês de dezembro, o número subiu para 3.998. A unidade Maria da Conceição Fonseca Paranhos, em Jacarecica, foi a que mais atendeu pacientes com suspeita do coronavírus esse mês — 318 atendimentos em novembro; 1.355 em dezembro.

A taxa de mortes em Alagoas pela Covid-19 está em alta. Com a crescente transmissão do coronavírus, 98.928 pessoas já foram infectadas em Alagoas e 2.380 morreram até segunda-feira (14).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *