Segurança

Com biometria criminal, Polícia Civil divulga plano de ação para eleições em Alagoas

Arapiraca será uma das bases fixas para o trabalho de biometria

Por 7Segundos com Assessoria

A Polícia Civil de Alagoas divulgou, nesta sexta-feira (13), seu plano de ação, visando garantir a segurança das eleições municipais de 2020, programadas para o domingo (15). Ao todo, na véspera e dia da eleição, serão mobilizados 889 policiais civis em todo o Estado, além do efetivo ordinário. Serão 695 agentes, 91 escrivães e 103 delegados de polícia. Alagoas será o primeiro estado do Brasil a implantar o sistema de biometria criminal nas eleições e Arapiraca será uma das bases fixas.

Todos os veículos da frota própria, como aqueles solicitados a outros órgãos do Estado, serão utilizados durante a realização do pleito, num total de 350 viaturas. Além disso, o helicóptero da Secretaria de Segurança Pública (SSP) também estará à disposição da Polícia Civil. O delegado-geral Paulo Cerqueira e demais diretores também ficarão de plantão durante o processo da eleição, enquanto os gerentes de Polícia Judiciária das regiões 1, 2, 3 e 4, e suas equipes, supervisionarão os trabalhos desenvolvidos em suas respectivas competências administrativas.

Em Alagoas, o plano operacional da instituição está alinhado com a Polícia Federal no Estado, quanto ao trabalho e atribuições a serem desenvolvidas no âmbito da Polícia Judiciária, visando o combate aos crimes e infrações eleitorais.

Pioneiro

Alagoas será o primeiro estado do Brasil a implantar o sistema de biometria criminal nas eleições. O sistema servirá para verificação de identificação por coleta de digitais e confirmação de documento de identidade (RG). Dois postos fixos irão funcionar durante as eleições, sendo um em Maceió, no Núcleo de Identificação, situado na Central de Flagrantes 1, no bairro do Farol, e outro na cidade de Arapiraca, localizado na Delegacia Regional.

Além deles, será utilizado um terminal móvel, que auxiliará nos casos de crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica, durante o pleito eleitoral. Policiais civis do Núcleo de Identificação Criminal, da Polícia Civil, estarão de plantão durante todo o horário de votação, nos dois turnos, em 15 e 29 de novembro, auxiliando as delegacias de polícia e a Justiça eleitoral nos casos de dúvidas em relação a identidade dos eleitores.

Nas unidades policiais pertencentes a Grande Maceió e delegacias distritais e regionais do interior do Estado, os plantões das equipes da Polícia Civil terão início às 18h, do dia 14 de novembro (sábado), e término às 18h, do dia 15 de novembro (domingo). Após as 18h do dia 15, as ocorrências no interior do Estado passam a ser atendidas nas delegacias regionais.

Também estarão funcionando, em regime de plantão: a Gerência de Recursos Especiais e suas secções, a Gerência da Corregedoria Geral, a Assessoria de Comunicação, a Asfixia, Oplit e Tigre. O Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre) dará reforço ao policiamento nas cidades de Batalha e Major Izidoro, enquanto a Asfixia reforçará o policiamento em Pindoba e Chã Preta. A Oplit continuará atuando na orla e adjacências da Capital.

O planejamento operacional elaborado pela PC permitirá que as ocorrências registradas nos municípios do Estado sejam atendidas por uma equipe da Polícia Civil trabalhando no pleito eleitoral. Para isso, preocupada em garantir o maior número de policiais nas delegacias de Maceió e de todas as cidades do interior de Alagoas, a direção da instituição suspendeu férias de agentes, escrivães e delegados de polícia.

A Polícia Civil e demais forças policiais que atuarão no pleito eleitoral deste ano apresentaram no mês passado, à cúpula do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), os planos de ação de cada instituição para as eleições de 15 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *