Concurso PM AL: Governador confirma que edital está programado para 2021

De acordo com o chefe do executivo, os editais para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado do Alagoas serão divulgados pós-pandemia


Por Saulo Moreira


A Polícia Militar de Alagoas vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso PM AL) em breve. De acordo com o Governador do Estado, Renan Filho, o novo certame está programado para acontecer em 2021.

O chefe do executivo estadual confirmou, ao todo, cinco editais para o próximo ano. Entre eles, o da Polícia Militar, que já tem preparativos iniciados.

“Eu quero dizer para você, que deseja passar em concurso para a Polícia Militar, para a Polícia Civil, para a Educação, para agente penitenciário (atual policial penal) e para a Saúde, que se prepare e se dedique, porque oportunidades surgirão no primeiro semestre do ano que vem (2021). Nós vamos correr um pouco agora, para poder avançar e criar um cronograma, mas (no final no ano e no primeiro semestre do ano que vem) nós teremos uma agenda de concursos públicos”, disse o governador.

De acordo com o Governador Renan Filho, em publicação nas redes sociais, novos concursos para PM e BM Alagoas serão divulgados.

De acordo com o chefe do executivo, os editais para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado do Alagoas serão divulgados pós-pandemia.

“Promoverei, sim, nos próximos meses pós-pandemia, novos concursos públicos para ampliação de efetivos militares”, disse Renan.

O concurso da PM AL
O cargo de Soldado requer, na data prevista para a matrícula no Curso de Formação, ter concluído a última série do ensino médio ou equivalente, com certificado de conclusão ou equivalente, devidamente registrado e reconhecido pela Secretaria de Educação ou outro órgão competente. A remuneração do Soldado Combatente de Alagoas, na condição alcançada após a conclusão do Curso de Formação de Praças, é de R$ 3.744,47. Durante o curso de formação, os ganhos chegam a R$ 1.453,14. Os valores são com base no último edital da corporação.

a) durante o Curso de Formação de Praças, como Soldado Aluno: exercer atividade estudantil, em regime de internato e(ou) semi-internato, em dedicação integral e exclusiva, exercendo as demais atividades internas e externas atreladas à sua formação, conforme o Regulamento do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), Manual do Aluno do CFP/PMAL e diretrizes de ensino da Diretoria de Ensino da PMAL;

b) após a conclusão do Curso de Formação, como Soldado Combatente: exercer atribuições inerentes ao Soldado Combatente, com atribuições e deveres, respeitadas as restrições previstas em leis, regulamentos e instruções pertinentes, participando e promovendo a segurança pública por meio de execuções em ações e operações policiais militares. Para tanto, a atuação do Soldado Combatente compreende as seguintes atribuições específicas, dentre outras: executar o policiamento ostensivo fardado, reservado e velado; assessorar os comandantes de guarnição; executar o serviço de sentinela das guardas de: quartel, em estabelecimentos prisionais e nas assessorias militares; participar de ações e operações policiais; auxiliar e secretariar no desenvolvimento de processos e procedimentos administrativos da Polícia Militar; comandar guarnição de policiamento ostensivo fardado, reservado ou velado, na ausência de oficial e(ou) graduado para tal, obedecida a antiguidade hierárquica; auxiliar a parte administrativa das Unidades Operacionais; executar o serviço de motorista de viaturas operacionais e administrativas e de patrulheiro; pautar suas ações em preceitos éticos, técnicos e legais, previstos em leis e regulamentos da Polícia Militar de Alagoas;

c) condições gerais ao exercício do cargo: trabalhar em contato cotidiano com o público, em equipe, sob supervisão, em ambiente de trabalho que pode ser fechado, a céu aberto ou em veículos, em horários diversos (diurno, noturno e em rodízio de turnos); atuar em condições de pressão e de risco de morte em sua rotina de trabalho;

d) realizar atividades de segurança contra incêndio e pânico;

e) realizar serviços de limpeza e manutenção de dependências, viaturas, materiais e equipamentos;

f) realizar serviços administrativos, tais como: auxiliar de serviços gerais; auxiliar de tesouraria e finanças; auxiliar de aprovisionamento; auxiliar de almoxarifado; auxiliar de serviço de manutenção; auxiliar de arquivo; auxiliar de serviço de inteligência; digitador; armeiro; auxiliar de relações públicas; e outros serviços inerentes à atividade administrativa que sejam determinados pelos superiores hierárquicos; cumprir todas as leis, decretos, normas e regulamentos aplicados a PMAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *