Política

MDB e PP fecham acordo para presidência da AMA

Foto/Montagem: Reprodução

Fonte: Blog do Edivaldo Junior

De acordo com o jornalista Edivaldo Júnior em recente postagem de seu blog, a diretoria da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) será eleita através de um consenso entre os partidos MDB e PP. O acordo conta com aval e orientação das principais lideranças políticas do Estado.

A eleição, que estava prevista para o dia 25 de janeiro, foi adiantada para a próxima segunda-feira (11) e, pela primeira vez, a votação para dois biênios será realizada num mesmo dia.

No acordo inicial, o prefeito reeleito em Cacimbinha, Hugo Wanderley (MDB), foi eleito presidente da AMA, porém assumindo o compromisso de renunciar um ano depois e cedendo a vaga para sua vice, Pauline Pereira (PP).

Agora, o consenso foi renovado com um prazo mais elástico. Hugo será presidente no primeiro biênio (21/23). Já no segundo biênio (23/25), a presidente será a prefeita reeleita de Feliz Deserto, Rosiana Beltrão (PP), que assim como o prefeito de Cacimbinha, também já foi presidente da AMA.

Ainda segundo Edivaldo Júnior, “o acordo tem o aval do deputado federal Arthur Lira (PP-AL) e do senador Renan Calheiros (MDB-AL) e de outras lideranças do partido”.

Lembrando que o MDB elegeu 38 prefeitos em Alagoas e o PP conseguiu eleger 28, representando mais de 65% dos 102 gestores municipais do estado. Apesar de ter a maioria, os dois partidos vão assegurar a representação de todos os prefeitos eleitos por outras legendas.

Hugo Wanderley explica que a AMA é uma entidade que está acima das disputas partidárias e não “aguenta” briga: “a AMA tem um papel técnico e não pode se fragilizar em disputas partidárias. Estamos conversando com todos os partidos, buscando o consenso. Nossa associação só será forte se todos nós estivermos unidos”, aponta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *