Educação

MEC lança o Diploma Digital

Serviço permitirá a emissão e armazenamento do documento integralmente no formato eletrônico


Repórter Maceió

Todas as instituições federais de educação superior, que abrangem as 69 universidades federais e as 41 instituições da rede federal de educação profissional e tecnológica, têm até o fim de 2021 para começarem a emitir o diploma digital. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (16) pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, ao fazer o lançamento do serviço Diploma Digital, que permitirá a emissão e armazenamento do documento integralmente no formato eletrônico. Num segundo momento, a adoção do novo serviço será oferecida às instituições privadas de ensino superior.

O Diploma Digital permite a desburocratização do processo de geração e emissão do diploma, além da economia de tempo e custo do serviço. “É muito bom poder lançar este serviço que concretiza a emissão de diplomas digitais de curso superior de graduação, oferecendo maior transparência e agilidade para os usuários”, afirmou. “Inauguramos, então, um avanço na modernização do fluxo processual para emissão e registro de diplomas nas instituições de ensino superior do Brasil”, acrescentou Milton Ribeiro.

O Diploma Digital, segundo o ministro da Educação, também oferecerá maior autenticidade do documento, impedindo fraudes e falsificações. “Muitas universidades já têm essa certificação, mas nós temos que centralizar e, depois, inclusive, abrir para as privadas.”

As primeiras instituições de ensino a participarem da implantação do Diploma Digital, segundo o ministro, foram a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *