Pré-candidato a prefeito do MDB, Daniel Alves, quer reconstruir identidade política de Jaboatão


Diario de Pernambuco

O pré-candidato a prefeito de Jaboatão dos Guararapes pelo MDB, Daniel Alves, foi o entrevistado nesta sexta-feira (21) na Rádio Clube 720 AM. Professor, nascido no município, Daniel afirmou que está formando um grupo de partidos, de centro-esquerda, para “reconstruir a identidade política” do município. “Queremos blindar nossa cidade. Quem tem que administrar Jaboatão somos nós que amamos e queremos o bem dessa cidade”, disse o pré-candidato.

Daniel Alves lembrou que há muito tempo Jaboatão dos Guararapes vem sendo administrado por prefeitos que não são nascidos na cidade. “O último foi Humberto Barradas. Newton Carneiro morava no Pina. O vice dele também não era um jaboatonense. Elias Gomes veio do Cabo e passou oito anos (na prefeitura). O atual prefeito (Anderson Ferreira) mora na orla de Boa Viagem”, relatou o emedebista ao destacar a necessidade de, a partir de 2021, o município ser administrado por um prefeito natural da cidade.

Ao fazer uma avaliação da atual gestão, Daniel Alves salientou que o prefeito tem feito um trabalho “paliativo”, centrando suas críticas, principalmente, na área da saúde e nas ações de combate ao novo coronavírus. “A pandemia escancarou os problemas da saúde em Jaboatão. Conheço todas as unidades de saúde da cidade. Dezenas de postos de saúde foram fechados”, contou, acrescentando que, apesar do governo municipal ter recebidos recursos para conter o avanço da Covid-19 pouca coisa foi feita. Segundo ele, as pessoas afetadas mais gravemente pela doença foram atendidas nos hospitais de campanha do estado e do Recife.

Em relação ao posicionamento do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que desejava o apoio do MDB ao projeto de reeleição do prefeito Anderson Ferreira, o pré-candidato disse que nome dele foi um consenso do seu partido, que no estado é liderado pelo deputado federal Raul Henry. ” Entendemos ser importante a legenda ter um nome que tem identidade com o município para disputar a eleição em oposição a atual gestão”, observou Daniel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *