Política

Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Tutmés Airan assume como governador interino de Alagoas

Antes da posse, desembargador foi questionado sobre decisão que autorizou leilão da companhia de saneamento do estado

Caio Loureiro

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), Tutmés Airan, assumiu, nesta quarta (30), o Governo de Alagoas. O desembargador ficará à frente do Executivo estadual até a próxima segunda-feira (5). Antes da posse, ele foi questionado pela imprensa sobre a decisão que autorizou a concessão da Companhia de Saneamento (Casal) à iniciativa privada.

“Trata-se de decisão política tomada pelo Executivo e pelo Legislativo. A nós, do Poder Judiciário, cabe analisar a legalidade e a constitucionalidade dessa decisão. Tão somente. Não podemos nos imiscuir no ato político, que é típico de outros poderes. Em um primeiro momento, não enxerguei ilegalidade ou inconstitucionalidade, por isso autorizei a realização do leilão”, explicou.

Em seu discurso de posse, o desembargador ratificou sua alegria pela assunção ao cargo de governador. “Alagoas é um pedaço do Brasil que eu amo muito. É a minha terra. Só isso já seria o bastante para justificar a minha alegria, mas há também o fato de que substituo um democrata. Nesse momento, no Brasil, ser democrata é uma virtude que precisa ser enaltecida”, afirmou.

Na solenidade de transmissão do exercício do cargo, Tutmés Airan disse que assumir o Executivo representa o coroamento de uma trajetória de muita luta, humildade e sacrifício pessoal. “Nunca esperei viver esse momento. Estou bastante feliz e espero estar à altura do desafio”.

O desembargador assume o Executivo por conta de viagem do governador Renan Filho e pela impossibilidade de o vice-governador, Luciano Barbosa, e o presidente da Assembleia, Marcelo Victor, assumirem o cargo. Nesse período, o Tribunal de Justiça fica sob condução do desembargador Sebastião Costa Filho.

“O presidente Tutmés é um democrata, com currículo extraordinário. Para Alagoas é um momento de muita felicidade”, disse o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias. A solenidade ocorreu no Palácio República dos Palmares e contou ainda com a presença dos juízes auxiliares da Presidência, Kleber Borba, Manoel Cavalcante e Ygor Figueirêdo.

O juiz Alexandre Lenine, presidente do Fundo Especial de Modernização do Judiciário (Funjuris), o juiz Sóstenes Andrade, presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), e diretores do TJAL também compareceram ao evento.

Maikel Marques e Diego Silveira – Dicom TJAL
[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *