Infraestrutura

Sergipe e Alagoas contam com uma nova rota para travessia no Rio São Francisco


Repórter Maceió

Alagoas e Sergipe serão beneficiados com a inauguração de um ponto rodoviário-chave na BR-101: a nova ponte sobre o Rio São Francisco, na divisa entre os dois estados. A inauguração contou com a presença do Presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, em Propriá (SE).

A ponte liga a cidade de Propriá e a alagoana Porto Real do Colégio, e foi liberada com a conclusão das obras de duplicação em concreto da via de ligação e o encabeçamento da ponte. É o único meio de transposição rodoviário pelo rio, e com essa entrega, já são 76 km duplicados na BR.

A nova ponte começou a ser erguida em junho de 2013 e entregue em setembro de 2016. Porém, não estava tudo pronto. Os encabeçamentos, que é uma espécie de aterro nas cabeceiras da ponte para nivelá-las na altura da rodovia, só começaram a ser feitos no fim de 2019.

O ministro Tarcísio Gomes reforçou a importância dessa entrega para o estado do Nordeste. “Nós estamos aqui hoje entregando uma obra importante, num corredor importante que é o da 101, que cruza o Brasil de Norte a Sul, e atravessa vários estados do nosso Nordeste.”

Entregas
Segundo o Ministério da Infraestrutura, o ano de 2020 foi marcado por entregas de obras paradas, e totalizou 92 entregas em todo o Brasil. “Obra parada não traz retorno para ninguém, obra parada é desperdício, e assim nós estamos concluindo obra por obra. Estamos entregando tudo que ficou parado e aqui no estado de Alagoas, no estado do Sergipe não vai ser diferente. Então estamos entregando hoje essa ponte sobre o São Francisco e não vamos parar”, reforçou o ministro.

Para quem passa constantemente pela BR-101, como o caminhoneiro Jean Silvio, a nova ponte reduzirá o tempo de viagem e dará mais segurança aos motoristas. “Eu acredito que, com a duplicação, melhore um pouco, não tenha mais gargalo e seja mais rápido o trânsito. Na duplicação fica melhor até para o pessoal de automóvel, que às vezes não entende que o caminhão está lento na estrada não é porque a gente quer, é porque ele é lento mesmo, é pesado. Vai facilitar o ponto de ultrapassagem, evitar mais acidentes.”

Investimento
A nova estrutura contou com o investimento de R$ 21 milhões, e possui 860 metros de extensão e 24 metros de largura, trechos duplicados, pavimentação em concreto rígido e o encabeçamento da ponte nos dois lados da rodovia, uma espécie de aterro que nivela a altura da estrada com a da estrutura.

A BR-101 desempenha papel fundamental na logística e economia da região Nordeste. A ampliação desse trecho busca reduzir o tempo de viagem, o número de acidentes, além de facilitar o escoamento da produção e o turismo na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *